A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu, nesta segunda-feira (31), as investigações referentes aos crimes de ameaça, lesão corporal e importunação sexual cometidos contra um casal homossexual, em Contagem, na região metropolitana. Um homem de 34 anos, lutador de MMA, foi indiciado pelos crimes.

As vítimas, duas mulheres de 30 e 36 anos, foram surpreendidas pelo suspeito, no dia 3 de julho deste ano, em um beco localizado no bairro Três Barras. Elas transitavam pelo local quando o suspeito, que estava em uma moto, teria passado a mão nas nádegas de uma das vítimas. Indignadas com o abuso sofrido, as mulheres gritaram e avisaram que iriam anotar a placa da moto e acionar a polícia, momento em que o homem desferiu diversos golpes de capacete contra uma delas, que chegou a desmaiar. Ao intervir na briga, a outra mulher também foi agredida com diversos golpes de capacete. Além disso, as vítimas ainda foram ameaçadas pelo suspeito.

As mulheres passaram por exame de corpo de delito que comprovou a presença de diversas lesões em ambas. O homem alegou que foi agredido por uma das vítimas e que agiu apenas em legítima defesa, contudo, uma testemunha presencial dos fatos confirmou a versão apresentada pelo casal.

fonte: Polícia Civil