A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara de Contagem que avalia as irregularidades no Bolsa Moradia receberia, nesta quarta-feira (09/09), para depoimento, a ex-diretora do programa municipal, Denise Coelho de Carvalho. No entanto, a convocada apresentou atestado médico e não compareceu à sessão marcada para sua oitiva.

Atualmente lotada na Secretaria de Saúde, a servidora assumiu a diretoria do Bolsa Moradia no final do mês de abril, após exoneração do então diretor que hoje é apontado como o principal suspeito dos supostos desvios. De acordo com depoimentos de outros ex-servidores, Denise teria sido uma das primeiras a ter conhecimento das irregularidades, e estava presente na apresentação das planilhas com os  indícios ao então subsecretário de Habitação, Rafael Braga.

Com a ausência da testemunha, a Comissão redigiu novos requerimentos e remarcou o depoimento da convocada para o dia 21 de setembro (segunda-feira). A próxima reunião da CPI será realizada na segunda-feira (14/09), e deve contar com a presença do atual secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Fernando Teixeira dos Santos.

fonte: Assessoria da Câmara