A TV Record divulgou hoje uma pesquisa feita pela RealTime BigData sobre a eleição em Contagem. Na pesquisa, que considerou apenas alguns pré-candidatos, apresentou Marília Campos com 52,9% dos votos válidos.

A pesquisa ainda considerava o nome de Ademir Lucas e não levou em conta candidatos que surgiram após o registro de candidaturas, como Maria Lúcia Guedes(PV), Felipe Saliba(DEM), Alfredo Cardoso(Patr) e Rosa & Stella(PSOL). Mas serve como referência para um patamar inicial da candidata favorita, Marília Campos.

Pela pesquisa, todos os outros candidatos juntos não têm a mesma quantidade de intenção de votos que a candidata Marília Campos. A pesquisa também dá um indicativo de candidatos que podem se destacar na tentativa de um segundo turno.

Dr. Wellington Ortopedista Aparece com 5% e sai na frente na disputa pelo segundo lugar. O candidato é também o segundo colocado na pesquisa liberada pelo Jornal O Tempo sobre a presença nas redes sociais. Considerando que a atual campanha ocorrerá muito via internet, essa é uma informação que mostra mobilização em torno do candidato.

Entre os concorrentes que assumem um discurso de militar ou mais próximo da base do presidente Jair Bolsonaro, Coronel Fiúza(PTC) demonstra uma posição melhor. Ele está a frente de Coronel Alvear(Cdn), de Professor Irineu(PSL) e Wellington Silveira(PL). Mas nesse grupo a disputa parece mais intensa.

Quem se favorece com a retirada de Ademir Lucas

A desistência de última hora do ex-prefeito Ademir Lucas abriu um vácuo e uma interrogação. Não é possível saber ainda quem vai herdar os votos do ex-prefeito. Se Ademir conseguir transferir os votos para seu candidato, Felipe Saliba, então ele é o favorito a chegar no segundo turno contra Marília.

Contudo, nem esse percentual de votos (14%) é tão seguro e nem a transferência é tão simples. Esses votos podem se diluir entre os muitos candidatos que falam para a mesma base de Ademir Lucas.

Maria Lúcia Guedes, que agora é a candidata do PV, pode receber parte desses votos. Outra parte também deve migrar direto para o candidato Dr.Wellington, que no momento é percebido como principal oposição à Marília. É necessário aguardar o andamento da campanha para fazer uma previsão mais segura.

Mina de votos

Certo é que ainda existe uma mina de votos disponíveis para a disputa. 15% disseram votar nulo ou branco e ainda há uma multidão equivalente a 17% dos votos que dizem não saber em quem votar.

Por tradição, muitos desses votos acompanham o candidato da maioria. Portanto, muitos devem ir para a ex-prefeita Marília Campos. Mas é um território fértil para o surgimento de surpresas na eleição.

Entre as rejeições Ademir Lucas tem a maior. Portanto, o apoio do ex-prefeito pode ser negativo e indica que a decisão tomada por ele de desistir da disputa foi sensata. Ademir tem 22% de rejeição. Com um número desses e iniciando a campanha em segundo lugar, dificilmente ele chegaria a um segundo turno.

Em seguida vem Marília Campos, com 17% de rejeição. Um número que não deve atrapalhar sua liderança. Os demais candidatos não ultrapassam 1% de rejeição.

Aprovação do prefeito

Nessa eleição é melhor não aparecer do lado do prefeito. Entre todas as questões eleitorais, poucas são tão certas como esta: o apoio de Alex de Freitas tira votos. 72% dos entrevistados dizem reprovar a gestão do Prefeito. O apoio dele, nesse momento, pode ser ruim eleitoralmente.

Pesquisa realizada na pré-campanha Record/RealTime BigData votos
Marília Campos (PT)36%
Ademir Lucas** (PR)14% (desistiu da disputa)
Wellington Ortopedista (Repub) 5%
Coronel Fiúza (PTC)4%
Kaka Menezes (Rede)2%
Professor Irineu (PSL)2%
Alvear Saraiva (Cidad)1%
Ivayr Soalheiro (PDT)1%
Lindomar Gomes (PMN)1%
Márcio Bernardino (Novo)1%
Wellington Silveira (PL)1%
Dulce (PMB)0%
Sebastião Oliveira (PCO)0%
*** Maria Lúcia Guedes (PV)não foi considerada na pesquisa
*** Rosa & Stella (PSOL)não foi considerada na pesquisa
*** Felipe Saliba (DEM)não foi considerado na pesquisa
*** Alfredo Cardoso (Patri)não foi considerado na pesquisa
registro: MG06806/2020

Metodologia

A Real Time Big Data ouviu 750 eleitores, entre os dias 28 e 30 de setembro. A pesquisa está registrada sob o número MG 06806/2020. O nível de confiança é de 95% para uma margem de erro de 4 pontos nos resultados gerais.

Para ter acesso a divulgação original da pesquisa, feita na TV Record, CLIQUE AQUI.

***pesquisa registrada RealTime Big Data – nº MG06806/2020

foto: divulgação Marília Campos