opinião

Bolsonaro escolhe os governadores como adversários. Moinhos de vento para uma legião de Sanchos Pança da internet

Anúncios

A loucura requer piedade, mas não cumplicidade. Bolsonaro tem agido como um Dom Quixote consciente, que escolhe inimigos a esmo para esconder sua incapacidade e falhas. Os gigantes do momento são os governadores.

O inimigo já foi o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que ele mesmo tinha ajudado a eleger; já foi o presidente da Petrobras, que ele mesmo escolheu e protegeu; e agora são os governadores, grande parte formada de apoiadores do governo federal.

Moinhos de vento! Gritou Sancho Pança para Dom Quixote desvairado em sua loucura. Incontrolável, Quixote ignorou e galopou afirmando que não eram moinhos, que eram gigantes a serem derrotados. Mas no fim, derrubado pela realidade dos fatos, Dom Quixote ainda convence a Sancho Pança de que um mago transformou os gigantes em moinho de vento, bem na hora em que Quixote se preparava para acerta-los com sua espada.

Cego pela admiração que sente por seu mestre, Sancho Pança, iludido, prefere acreditar no velho cavaleiro louco do que acreditar na realidade que ele viu, sentiu e sabia ser verdade. É assim que Bolsonaro tem agido com seus fiéis apoiadores. Uma retórica com o único fim eleitoral, baseada no tripé da loucura, mentira e ilusão. Bolsonaro interpreta Quixote se vangloriando de falsas vitórias para um público de Sanchos Pança.

Existe, contudo, duas diferenças que não podem ser ignoradas! A primeira diferença é que Bolsonaro e seus marqueteiros políticos não são loucos! São pragmáticos! Sabem bem como se beneficiar de uma mentira repetida várias e várias vezes! Não é loucura! É projeto! Projeto de poder pessoal, nada mais.

O governo Bolsonaro vendeu até a alma para eleger o atual presidente da Câmara, cuja primeira medida própria foi a PEC da Imunidade.

Nas redes sociais os Sancho Pança de Bolsonaro dispararam veneno e ódio contra os deputados! Mas, guiados pelos robôs do Bolsonarismo, esqueceram de dizer que a tal PEC tem como função original proteger o filho do presidente! Esquecem de dizer que quem colocou esses políticos no poder foi Bolsonaro! Esquecem, por conveniência, que o Parlamento brasileiro é formado por Bolsonaristas em sua maioria e que o presidente vota apenas o que quiser!

Dizem que ele não conseguia aprovar projetos porque o Rodrigo Maia não deixava. Rodrigo Maia foi retirado do cargo e nenhum projeto do governo apareceu! Nenhum!

O governo Bolsonaro não tem projeto! Tem interesses! Não sabe o que fazer e usa mentiras para disfarçar sua incapacidade! Nada foi apresentado ao parlamento desde que Rodrigo Maia saiu do poder; ele não impedia nenhuma votação! Simplesmente não há nenhuma proposta para votar e é essa verdade incômoda que o bolsonarismo no poder tenta impedir que seja vista pelos bolsonaristas nas redes sociais!

A segunda diferença fundamental é que mesmo louco, Dom Quixote era leal. Bolsonaro trai a todos aqueles que estão próximos dele! Todo ato de Bolsonaro no poder tem como único objetivo preservar Bolsonaro no poder!

Quando Bebianno foi expulso do governo, Bolsonaro pediu seu sangue; quando Moro foi expulso do governo, Bolsonaro pediu seu sangue; quando o presidente da Petrobras foi expulso do governo, Bolsonaro jogou seu cadáver político aos leões da internet, sem a menor piedade!

A gasolina subiu. Ele colocou a culpa no presidente da Petrobras. Trocou o presidente. A gasolina subiu de novo! Ilusões! Moinhos de vento para mobilizar seus escudeiros na internet! Nada mais! Apenas mais um apoiador crucificado para agradar a plebe ruidosa de fariseus!

Fará a mesma coisa com Paulo Guedes, podem escrever.

Quando não for mais possível fingir que é liberal e Paulo Guedes se ver obrigado a abandonar o barco do governo, Bolsonaro colocará nas costas do atual “pilar do governo” toda a culpa pelo fracasso econômico do governo! Vai jogar Guedes ao mármore do inferno das redes sociais, sem pensar duas vezes!

Paulo Guedes sabe, quando o povo faminto vir bater na porta do governo e não houver mais muros para se esconder, é Paulo Guedes que vai servir de petisco pro povo! Uma distração que será queimada em praça pública enquanto Bolsonaro arruma outra ilusão para manter os Sancho Pança da internet ao seu lado!

Talvez por isso o ministro resista em sair do barco que, ele sabe, já começou a afundar! É preciso, como dizem, arrumar uma saída honrosa. Caso contrário, farão com ele o que foi feito com Mandetta, Moro e outros heróis bolsonaristas.

É traidor sim! É traição do governo com aqueles que depositaram votos e confiança nele! Traição com os governadores que empenharam confiança nas mãos do Capitão! Deslealdade com aqueles governadores que ainda fingem não ver que o governo já se dispôs a transformá-los em boi de piranha para acalmar a sede de sangue das hordas bolsonaristas!

Aonde o governador de Minas, Romeu Zema, acredita que conseguirá chegar? Ele finge não perceber que Bolsonaro já colocou sua cabeça à prêmio faz tempo!

Ou será coincidência que, numa semana os caminhoneiros estavam em Brasília ameaçando o ministro com uma greve, fazem uma reunião com o Presidente Bolsonaro e na semana seguinte vêm fazer manifestação na porta do Zema? Eles não voltaram à porta do palácio presidencial. Não! Eles vieram explodir seu rancor e frustações na porta do Zema! Diga-se de passagem com a conivência dos patrões donos das transportadoras.

Contudo, é preciso lembrar que moinhos de vento reagem! Machucam! Bolsonaro foi colocar a culpa nas costas dos governadores e os governadores rapidamente relembraram que a responsabilidade de criar União é do governo federal! Bolsonaro veio dizer que mandou muito dinheiro para Estados, e os governadores rapidamente mostraram a conta que é mentira! Eles deram mais ao governo federal do que receberam de volta!

Os governadores disseram o óbvio, se está morrendo tanta gente no Brasil pelo Covid-19, se a economia no país não consegue recuperar uma estabilidade, é porque o governo Bolsonaro não tomou as rédeas da situação! Nunca houve uma ação conjunta e planejada contra a pandemia no Brasil! Cada Estado, cada cidade e quase cada bairro agiu do jeito que quis! Quem deveria determinar a forma de ação é a União, o governo federal. Mas Bolsonaro insiste em não fazer nada!

Ele tentou colocar a culpa na justiça, mas a justiça rapidamente disse que não! A única coisa que a justiça fez nesse caso foi dizer que municípios e Estados tinham liberdade para fazer alguma coisa… que não eram obrigados a ficar de braços cruzados vendo a mortandade do povo brasileiro sem fazer nada, tal como Bolsonaro queria.

Aí Bolsonaro, em seus discursos descolados da realidade, diz aos Sanchos Pança: os governadores fizeram tanta coisa e ainda assim morreu muita gente, isso mostra que iria morrer gente de qualquer jeito! Porém, a conclusão óbvia é outra: morreu tanta gente, mesmo fazendo as coisas sem apoio do governo federal! Imagina se não fizessem nada? Se tivessem feito nada, como Bolsonaro queria, ao invés de 250 mil mortos, hoje seriam milhões!

Bolsonaro age, já derrubado no chão pela realidade, quase desistindo pela pressão dos fatos, num ato de discurso e desespero, Bolsonaro agoniza apenas para convencer aos Sancho Pança da internet. Ele repete: não estava errado, foi um mago que mudou a realidade quando ele estava prestes a vencer a luta! Tal como Quixote, tenta convencer seu escudeiro que os moinhos de vento eram gigantes!

Mas que luta? Ele não está lutando contra ninguém! Está iludindo, alucinadamente, buscando argumentos para manter a mentira viva, nem que seja apenas no coração de Sancho Pança.

Aliás, a quem interessar, o livro Dom Quixote está disponível em Domínio Público e pode ser lido CLICANDO AQUI. A cena da luta contra os moinhos de vento está descrita na página 53. Boa leitura.

Categorias:opinião

Marcado como:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s