Em encontro com a prefeita Marília Campos, as entidades que representam os comerciantes de Contagem e os soppings centers da cidade reafirmaram o apoio às medidas de combate ao Covid-19, mas pediram que o prazo de fechamento das atividades econômicas na cidade seja reduzido, de 21 para 15 dias.

Anúncios

A prefeita Marília Campos destacou que o prazo de 21 dias foi estabelecido em consulta com especialistas da área de saúde. Mas se comprometeu a realizar uma nova reunião daqui a 15 dias para reavaliar os dados de contágio e os indicadores da pandemia na cidade.

“Não é o que queríamos no momento, pois entendemos que os setores econômicos sofrem com a paralisação e são muito importantes para a cidade. No entanto, as medidas de restrição são necessárias para conter o avanço do novo coronavírus na cidade e, também, servem como uma esperança de que novos lotes de vacinas cheguem a Contagem para acelerarmos a vacinação, valorizando a vida e garantindo uma retomada econômica segura”, afirma a prefeita Marília Campos.

O presidente da CDL Frank Sinatra reafirmou o apoio do setor às medidas adotadas pela prefeitura e se comprometeu a trabalhar em conjunto com a gestão. “A CDL de Contagem, juntamente com as outras entidades, está trabalhando junto com a prefeita, seguindo o protocolo em vigor, com cautela e responsabilidade. Sabemos que temos que preocupar com a saúde e com a economia, pois eles se encaixam. Por isso, vamos trabalhar juntos e mantendo o diálogo com a prefeitura de Contagem”, garantiu.

O Pacto Pela Vida continua em Contagem. Por isso, utilize máscara, evite aglomerações, higienize as mãos com frequência, mantenha o distanciamento social e só saia de casa quando necessário. A cidade precisa de você para vencer essa luta pela vida.

foto: PMC/ Rafael D’Almeida