cultura

Prefeitura se reúne com grupo Ânima, Una e Uni, para discutir parcerias e reforma do Cine Teatro

A prefeitura de Contagem realizou reunião com o grupo Ânima, proprietário das universidades Una e Uni. Em pauta estava a parceria para reformas e utilização do Cine Teatro de Contagem.

Na avaliação da secretária municipal de Cultura, Monique Pacheco, a cidade precisa resgatar sua identidade. “O Cine Teatro é grande, assim como sua importância para Contagem. Um projeto que está no papel e que vamos readequá-lo, atualizá-lo e contamos com parcerias para que consigamos disponibilizá-lo à população tão logo seja possível”, disse.

Em entrevista ao Coluna1 durante a campanha, a então candidata Marília Campos disse que faria todo esforço e buscaria parcerias para viabilizar as reformas em diversos espaços culturais da cidade, entre eles a Casa de Cacos, que teve projeto de reforma assinado recentemente, a Casa de Cultura e o Cine Teatro, todos fechados desde a última gestão.

“Contagem precisa ser conhecida por seus cidadãos, precisamos dar à população aquilo que ela necessita, para que não precise se deslocar até Belo Horizonte para resolver ou usufruir de determinado serviço. Isso vale tanto para o cinema e praças, como para hospitais e para os estudos”, afirmou a prefeita, que também participou da reunião.

Por enquanto não há definições em relação ao Cine Teatro, apenas conversas e tentativas de parcerias.

Apoio cultural do grupo Ânima

Em janeiro desse ano, o grupo ânima firmou parceria e patrocínio com o tradicional Cine Belas Artes de Belo Horizonte. O espaço é o último cinema de rua que ainda resiste na capital.

Criado em 1992 no prédio do DCE da UFMG, o cinema teve que suspender as atividades na pandemia e o acúmulo de dívidas quase obrigou o fechamento definitivo do local. A parceria com a Una e o grupo ânima garantiu a manutenção do espaço.

Outras ações

Na área da Saúde, uma das propostas discutidas foi a criação de uma estrutura para realizar teleconsultas para as demandas represadas por conta da pandemia do coronavírus. Elas seriam realizadas por profissionais, principalmente por médicos da Saúde da Família nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Outras ações também serão discutidas em reuniões posteriores, estreitando, cada vez mais, os laços entre a administração e as instituições, como pontuou o vice-prefeito, Ricardo Faria. É o que pensa também o reitor das universidades, Rafael Ciccarini. “Vamos fazer várias parcerias. O nosso papel é melhorar o nosso entorno”, destacou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s