Saúde

Governo do Estado atrasa entrega de Coronavac e Contagem segue sem segunda dose para vacinação

Governo do Estado ainda não entregou as doses de Coronavac enviadas pelo Ministério da Saúde para Contagem. Por esta razão, a cidade continua sem aplicar a segunda dose nas pessoas que foram vacinadas com doses da Coronavac, após 6 de abril.

Segundo a prefeitura, estas vacinas deveriam ter sido entregues ontem, segunda-feira.

Segundo a prefeitura, o Ministério da Saúde já garantiu nova remessa da vacina CoronaVac, produzidas pelo instituto Butantan; novo calendário de vacinação deverá ser divulgado em breve.

Segundo explica o secretário de Saúde, Fabrício Simões, a reserva técnica de doses do município garantiu a aplicação da segunda dose da CoronaVac até essa segunda-feira (3/5), no entanto, é preciso receber mais doses para completar o esquema vacinal dos idosos.

“A falta dessas doses da vacina Coronavac está atingindo todo o país. O Ministério da Saúde ficou de enviar mais doses para os estados. Já solicitamos à Secretaria Estadual de Saúde e estamos aguardando essa remessa. Reforço que sempre seguimos as orientações do Governo do Estado sobre a quantidade de doses e o público-alvo no processo de vacinação contra a Covid-19”, afirmou.

Contagem não é única cidade que enfrenta falta da vacina Coronavac. Os problemas foram causados devido a uma orientação do Ministério da Saúde que dispensou os municípios de fazerem a reserva da segunda dose e garantiu a entrega de vacinas suficientes para continuar a vacinação.

Contudo, houve atraso no envio de insumos vindos da China e o Ministério da Saúde parou de encaminhar novas doses de Coronavac aos municípios.

Belo Horizonte é um dos municípios que também enfrentam esse problema. Na capital, a prefeitura afirma que são precisas 80 mil doses de Coronavac para dar continuidade à vacinação dos idosos que têm entre 64 e 67 anos.

Vacinação comAstraZeneca

O município continua a vacinação com doses da marca AstraZeneca, que ainda não estão em falta.

Contagem recebeu na segunda-feira (3/5) mais 15.675 doses das vacinas contra a Covid-19 e, com isso, o que possibilitou a ampliação da vacinação para idosos a partir de 60 anos nesta terça-feira (4/5).Segundo definição do Governo do Estado, essas doses são destinadas para imunização dos trabalhadores de saúde, idosos e forças de segurança, sendo 200 para a primeira dose deste último grupo prioritário.

Os 23 locais de vacinação funcionarão das 8h às 15h para receber esse público-alvo.

O idoso a partir de 61 anos que ainda não compareceu ao posto de saúde para tomar a primeira dose da vacina na data marcada para início da vacinação de sua faixa etária pode procurar em qualquer dia da semana um dos postos disponíveis para se vacinar.

Na hora de vacinar, é necessário utilizar máscara e manter o distanciamento social. É exigido que o idoso leve o documento de identidade com foto, CPF, e, aconselhável, um comprovante de endereço.

A Secretaria Municipal de Saúde solicita somente um acompanhante por idoso para evitar aglomerações.

com informações PMC/VanessaTrotta

Categorias:Saúde

Marcado como:, , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s