As obras de duplicação do viaduto das Américas II, na Regional Ressaca, entraram na fase de ajustes finais nesta terça-feira (18/5). Executada pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, a readequação do elevado vai eliminar o gargalo no trânsito para quem trafega pela Avenida das Américas e BR-040. Além de melhorar a integração entre as regiões Nacional, Ressaca e Sede.

No fim de janeiro, a prefeita Marília Campos acompanhou a operação de lançamento das vigas de sustentação no viaduto e cobrou agilidade para a conclusão das intervenções.

Segundo o coordenador de obras de artes especiais da Semobs, Thiago Leite, o viaduto já está sendo utilizado pela população e foi pavimentado e sinalizado. “O restante da sinalização será concluído hoje. Logo após serão construídos canteiros centrais para separar as pistas nos sentidos Sede e Ressaca.

A previsão de conclusão dos canteiros é para o próximo dia 27/5, onde será desmobilizado o canteiro de obras, com o viaduto cem por cento pronto”.

Com a intervenção realizada pela Prefeitura, o viaduto das Américas passa a contar com quatro faixas de trânsito, sendo duas em cada sentido, o que irá melhorar a fluidez do trânsito na região, que sofre com o conflito entre o trânsito rodoviário e o urbano.

Algumas alterações semafóricas e de itinerários de ônibus, feitas durante o período das obras, serão retomadas. Dessa forma, as linhas 101A, 101B, 101C e 101D, que atendem a região do Nacional, voltam a circular pela avenida das Américas. A rua Helena Rodrigues, sentido Centro de Contagem, que esteve interditada durante os trabalhos, será reaberta para circulação normal de veículos. E o semáforo, instalado nas proximidades do viaduto, será removido, para melhorar a fluidez no trânsito. Iniciadas em abril de 2020, as obras do viaduto devem ser concluídas na semana que vem, conforme cronograma da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos.

Localizado sobre a BR-040, próximo ao bairro Kennedy, o viaduto das Américas II é um importante trecho de tráfego de cargas e transporte no município. Sua duplicação vai eliminar o gargalo no trânsito para quem trafega pela Avenida das Américas e na rodovia federal.

As obras do elevado incluem ainda a remodelagem de todas as alças e ramos da interseção, assim como o tratamento das vias que diretamente alimentam o fluxo no local. Orçadas em cerca de R$ 3 milhões, as intervenções no viaduto são financiadas pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina, conhecido como Corporação Andina de Fomento (CAF).

Fonte e imagem: PMC/Yuri Soares