Anúncios

A primeira impressão fica, mas pode ser transformada. Esse foi o objetivo do curso “Juventudes, Direito à Cidade e Segurança”, que faz parte da formação de agentes da guarda civil municipal de Contagem. O curso buscou ampliar as perspectivas e desconstruir estereótipos, a fim de qualificar ainda mais a atuação da Guarda Civil.

Foram abordados temas importantes para as juventudes urbanas, moradoras das periferias, o tipo de público com o qual os guardas trabalham no seu dia a dia. Segurança Pública; Estereótipos e violências;  Direito à Ocupação  dos Espaços Públicos; Diversidade; Políticas Públicas, Juventudes e Cultura Urbana; Grafite x Pichação, entre outros temas.  

Na visão do psicólogo e professor Alessandro Santos, responsável por ministrar o curso, segurança pública e juventude “devem e precisam ser trabalhados e contextualizados a partir de conceitos relacionados à cidadania, ao respeito à diversidade sociocultural, étnico-racial, etária e geracional, de gênero e orientação sexual. Além disso, o direito de ocupação dos espaços públicos deve ser garantido a todos e todas, sem qualquer distinção”.

Para o gerente do Segundo Comando, o Guarda Civil Daniel Pereira, o curso resgatou a lógica de atuação da Guarda, reafirmando a importância do seu papel comunitário. “Quando falta políticas públicas para direcionar essa ação comunitária, fatalmente a instituição tende a ir para o lado da repressão, tomado como exemplo outras polícias. Entretanto, o nosso papel mais importante é esse: o de estar presente nas praças, o de conversas com as famílias e com os jovens. A Guarda tem 15 anos e nós ainda estamos em tempo de construir essa imagem comunitária, parceira da sociedade”, afirmou.

A subsecretária municipal de prevenção, Daniela Tiffany, participou do curso e fez um pedido aos agentes participantes “tomem cuidado para nunca interromperem sonhos, potencialidades e trajetórias porque quando isso é feito, você se torna responsável pela violência que supostamente quer combater”, concluiu.

com informações PMC, Foto: PMC/EliasRamos