Anúncios

Depois de alcançar um pico de 5992 casos em março desse ano, Contagem agora registra o menor índice do ano, com 334 casos até o dia 20. Os dados preliminares são da Secretaria Municipal de Saúde.

A prefeita da cidade, Marília Campos, comemorou a melhora nos números, mas lembrou que a pandemia ainda não acabou e o número de vítimas ainda é alto. “É uma redução espetacular. Isso não significa que a pandemia acabou ou que possamos relaxar nos cuidados. Esses resultados só foram possíveis graças ao avanço da vacinação, a utilização de máscara, a higienização das mãos e o respeito aos demais protocolos sanitários para conter o avanço da pandemia. Devemos perseverar neste caminho”, disse.

Anúncios
Imagem divulgada nas redes oficiais de Marília Campos

Vacinação chega a 60% em Contagem

Contagem está com 60% da população acima de 12 anos vacinada contra a Covid-19, segundo estimativa populacional do IBGE-2021. O município chegou a esse índice na última sexta-feira (22/10), com 319.328 doses 2 e 20.161 doses únicas aplicadas. Para a população geral do município, o índice é de 50% das pessoas com esquema vacinal completo.

Com a primeira dose, são 90% da população acima de 18 anos vacinada. Já são mais de 830 mil doses das vacinas contra a Covid-19 aplicadas no município. O avanço da vacinação tem garantido um alívio no sistema de saúde em relação ao número de internações pela doença, pois o município não precisou aumentar o número de leitos desde que houve a redução dos mesmos. Dessa forma, a Secretaria Municipal de Saúde recomenda a todos, que ainda não tomaram a primeira dose, a procurar um posto para se imunizar, bem como aqueles que estão atrasados com a segunda dose a completarem a imunização.   

Segundo o secretário municipal de Saúde, Fabrício Simões, já está comprovado o benefício da vacinação contra a Covid-19 e o resultado tem sido expressivo no enfrentamento à pandemia. “Alcançar esses marcos importantes na vacinação é muito satisfatório, mas precisamos nos esforçar para que todos completem o esquema vacinal, com a segunda dose, para avançarmos na próxima etapa que será a maioria da população com a dose de reforço se assim for definido pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

Confira os públicos que estão sendo vacinados em Contagem:

Anúncios

– pessoas a partir de 12 anos que ainda não tomaram a primeira dose;

– pessoas que precisam tomar a segunda dose de acordo com a data agendada no cartão de vacinação, exceto para a vacina da Pfizer que foi adiantada para oito semanas.

– idosos a partir de 70 anos, pessoas imunossuprimidas e trabalhadores da saúde com a terceira dose.

Confira os requisitos gerais para a vacinação dos adultos: 

– Apresentar documento com foto e CPF;

– Apresentar comprovante de endereço;

– Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias;

Requisitos para a vacinação dos adolescentes:   

– Levar documento com foto e CPF;

– cartão de vacina da criança/adolescente;

– comprovante de endereço no nome do responsável;

– estar acompanhado do responsável.

Requisitos para a vacinação da terceira dose dos profissionais de saúde: 

– Apresentar documento de identificação com foto e CPF;

– apresentar o cartão de vacinação da Covid;

 – apresentar comprovante de vínculo empregatício em Contagem;

– ter tomado a segunda dose da vacina contra a Covid-19 há, no mínimo, 6 meses.

Requisitos para a vacinação da terceira dose dos idosos:   

– Apresentar documento de identificação com foto e CPF;

– apresentar o cartão de vacinação da Covid;

– apresentar comprovante de endereço;

– ter tomado a segunda dose da vacina contra a Covid-19 há, no mínimo, 6 meses.

Requisitos para a vacinação das pessoas com alto grau de imunossupressão acima de 18 anos:   

– Apresentar documento de identificação com foto e CPF;

– apresentar o cartão de vacinação da Covid;

– apresentar um relatório médico atualizado para vacinação ou utilizar o relatório médico apresentado na 2ª dose.

– apresentar comprovante de endereço;

– ter tomado a segunda dose da vacina contra a Covid-19 há, no mínimo, 28 dias.

São considerados para a vacinação pessoas com imunodeficiência primária grave, que fazem quimioterapia para câncer, transplantados em uso de drogas imunossupressoras, pessoas vivendo com HIV/Aids, em uso de corticóide em doses >20mg de prednisona ou equivalente por 14 dias ou mais, em uso de drogas modificadoras de resposta imune, pacientes em hemodiálise, pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

com informações PMC/VanessTrotta