Obras do viaduto das Américas II entram em fase final nesta terça-feira; conclusão prevista para 27 de maio

As obras de duplicação do viaduto das Américas II, na Regional Ressaca, entraram na fase de ajustes finais nesta terça-feira (18/5). Executada pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, a readequação do elevado vai eliminar o gargalo no trânsito para quem trafega pela Avenida das Américas e BR-040. Além de melhorar a integração entre as regiões Nacional, Ressaca e Sede.

No fim de janeiro, a prefeita Marília Campos acompanhou a operação de lançamento das vigas de sustentação no viaduto e cobrou agilidade para a conclusão das intervenções.

Segundo o coordenador de obras de artes especiais da Semobs, Thiago Leite, o viaduto já está sendo utilizado pela população e foi pavimentado e sinalizado. “O restante da sinalização será concluído hoje. Logo após serão construídos canteiros centrais para separar as pistas nos sentidos Sede e Ressaca.

A previsão de conclusão dos canteiros é para o próximo dia 27/5, onde será desmobilizado o canteiro de obras, com o viaduto cem por cento pronto”.

Com a intervenção realizada pela Prefeitura, o viaduto das Américas passa a contar com quatro faixas de trânsito, sendo duas em cada sentido, o que irá melhorar a fluidez do trânsito na região, que sofre com o conflito entre o trânsito rodoviário e o urbano.

Algumas alterações semafóricas e de itinerários de ônibus, feitas durante o período das obras, serão retomadas. Dessa forma, as linhas 101A, 101B, 101C e 101D, que atendem a região do Nacional, voltam a circular pela avenida das Américas. A rua Helena Rodrigues, sentido Centro de Contagem, que esteve interditada durante os trabalhos, será reaberta para circulação normal de veículos. E o semáforo, instalado nas proximidades do viaduto, será removido, para melhorar a fluidez no trânsito. Iniciadas em abril de 2020, as obras do viaduto devem ser concluídas na semana que vem, conforme cronograma da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos.

Localizado sobre a BR-040, próximo ao bairro Kennedy, o viaduto das Américas II é um importante trecho de tráfego de cargas e transporte no município. Sua duplicação vai eliminar o gargalo no trânsito para quem trafega pela Avenida das Américas e na rodovia federal.

As obras do elevado incluem ainda a remodelagem de todas as alças e ramos da interseção, assim como o tratamento das vias que diretamente alimentam o fluxo no local. Orçadas em cerca de R$ 3 milhões, as intervenções no viaduto são financiadas pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina, conhecido como Corporação Andina de Fomento (CAF).

Fonte e imagem: PMC/Yuri Soares

Prefeitura aposta no diálogo para destravar obras esquecidas pela gestão anterior

Anúncios

No dia 18 foi anunciado pelo Governador Romeu Zema, a liberação de R$298 mi para realização das obras do PAC Arrudas e da Bacia do Córrego Ferrugem. O recurso é um dos mais comemorados na administração municipal, até o momento, e é conquista da estratégia adotada pela prefeita de estabelecer diálogos para solucionar os problemas mais urgentes da cidade.

A obra no encontro do Arrudas com o Ferrugem é considerada uma das prioridades para solucionar problemas com enchentes na região da Vila São Paulo e do Bairro Betânia, em BH. O assunto foi tema prioritário desde o início do atual governo. Ainda no dia 13 de janeiro, em reunião entre a prefeita Marília Campos de Contagem e Alexandre Kalil de Belo Horizonte, o assunto foi colocado na mesa. O tema ganhou ainda mais destaque com as chuvas do dia 15 de janeiro, que, mais uma vez, provocaram danos na região.

No dia 26 de janeiro a prefeita Marília Campos articulou uma reunião e um comitê foi montado com as prefeituras de BH, Contagem e o Governo Estadual. O objetivo já era naquela época viabilizar os recursos necessários para implementação das obras. “Vamos planejar e construir um cronograma para buscar os recursos necessários de conclusão das obras junto aos governos estadual e federal”, disse a Prefeita na ocasião.

Assim foi feito e o resultado veio nesta semana, com a liberação dos 298 milhões de reais.

DESTRAVANDO A CIDADE

Quando assumiu a prefeitura, existiam várias obras paralisadas ou sequer começadas. Muitas relacionadas ao programa SIM, de mobilidade urbana. Sem dúvida uma das que mais chamavam a atenção da população era o abandono das obras do viaduto do Beatriz, na Avenida João César sobre a Via Expressa. Que além de serem retrato do abandono que havia se tornado a administração municipal na última gestão, ainda impactavam negativamente a rotina de quem passa pelo local.

No último sábado a prefeita visitou as obras e anunciou o reinicio dos trabalhos; ela ainda confirmou que serão retomadas as obras para construção do terminal Sede.

A prefeita Marília Campos explicou que o seu governo fez a revisão e a renegociação para dar a boa notícia da retomada das obras para a cidade. “Queremos garantir mais mobilidade e agilidade para as pessoas se deslocarem. Segundo ela,  foi feita uma renegociação com a empresa RFJ Construtora Eireli e o ajuste para a execução das obras do Complexo Viário do Beatriz e também da infraestrutura do Terminal Sede, do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM). “Nós retomamos as negociações com a empresa, buscamos um realinhamento dos preços  e renegociamos os prazos de execução da obra, além de realizarmos algumas adequações no projeto”.

Para as obras do complexo do Beatriz, serão aplicados R$ 15,5 milhões, oriundos do  Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. A retomada das obras foi resultado da ação direta da prefeitura e da renegociação de contratos com construtora contratada.

O secretário Marcos Túlio de Melo explicou que “o novo contrato prevê a adaptação da pista da Via Expressa e o rebaixamento de 30 a 40 centímetros nesta pista, em relação aos viadutos existentes, para permitir a passagem  tranquila dos caminhões, dentre outras intervenções”.

O diretor da empreiteira RFJ Construtora, Júlio César Marques, lembrou que a partir de agora a obra seguirá a todo vapor, cumprindo um cronograma rigoroso para a entrega no prazo de 180 dias.

Além da retomada das intervenções do viaduto Beatriz e do Terminal Sede, várias outras obras estão sendo retomadas pela atual administração. Dentre elas, as obras do Corredor Ressaca que vai reduzir o tempo de deslocamento entre as regiões da Ressaca e do Industrial, permitindo assim, a funcionalidade do corredor, que terá 9 km de extensão, abrangendo as avenidas Severino Ballesteros Rodrigues, João Gomes Cardoso, Teleférico, Babita Camargos e General David Sarnoff.

OBRAS NA VILA SAPOLÂNDIA

Em janeiro de 2020, um desmoronamento provocado pelas chuvas matou um jovem e interditou várias casas na vila sapolândia, região do bairro Industrial. A via marginal do viaduto do Barreiro, na ligação entre Contagem e Belo Horizonte ficou interditada por um ano. A prefeitura de Contagem não fez nenhuma intervenção no local e os moradores voltaram para suas casas mesmo com o risco de desmoronamento.

Em setembro do ano passado, uma das primeiras reportagens do Coluna1 contou esta história. Nós fomos ao local ver a realidade enfrentada pelos moradores CLIQUE e RELEMBRE.

Hoje, depois de quase um ano de inércia, a prefeitura de Contagem está realizando a obra de contenção da encosta e os moradores já podem pensar em voltar à normalidade.

Outra obra que também foi reiniciada é a obra da bacia do Riacho das Pedras. Em janeiro Marília visitou o local com seu secretário de obras, Marcos Túlio de Melo. Iniciada há mais de dez anos pelo governo estadual, a obra ficou parada e só retomou à execução após uma parceria com a Prefeitura de Contagem.

De acordo com a prefeitura, a aposta no diálogo continuará e existe o compromisso da prefeita de concluir todas as obras já iniciadas e continuar investindo na infraestrutura da cidade.

Obras no viaduto do Beatriz serão retomadas na segunda-feira. Prefeita visitou o local neste sábado

As obras do viaduto Beatriz e do Terminal Ressaca serão retomadas a partir desta segunda-feira (22/2). A prefeita de Contagem, Marília Campos, esteve no canteiro de obras e na alça de entrada do viaduto Beatriz, na manhã deste sábado (18/2), acompanhada do vice Ricardo Faria e do secretário de Obras, Marco Túlio de Melo.

A previsão é que as obras sejam concluídas no mês de agosto. As obras ficaram paradas durante um ano. Segundo a prefeita Marília Campos, foi feito uma negociação com a empresa RFJ Construtora Eireli e o realinhamento para a execução das obras do complexo do viaduto Beatriz e também da infraestrutura para o Terminal Sede do sistema SIM.

“Nós retomamos as negociações com a empresa, buscamos um realinhamento de preços e renegociamos os prazos de execução da obra, além de algumas adequações relacionadas ao projeto”. As obras vão gerar cerca de 70 empregos diretos. Marília pediu para que a empresa responsável pela obra contrate pessoas da cidade e que as vagas sejam disponibilizadas para o Sine Contagem “Queremos que a empresa dê preferência para os trabalhadores de Contagem. Uma obra como esta, além de gerar empregos vai garantir mais agilidade ao trânsito”.

Quando concluídas as intervenções, o número de faixas dos elevados passará de duas para quatro no sentido Sede/Eldorado e para três no sentido contrário. As faixas centrais, nos dois sentidos, serão de passagem exclusivas para o Sistema Integrado de Mobilidade (SIM).Para a obra do viaduto do Beatriz serão aplicados R$ 15,5 milhões, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

A reestruturação do Complexo Viário do Beatriz é uma demanda antiga da população que vai melhorar o trânsito da cidade entre as regionais Eldorado e Sede. As demais melhorias são a redução da inclinação de rampas, evitando quebra dos veículos semi-reboques, e o alargamento das alças para melhorar o raio de giro dos semi-reboques.

Outras intervenções também estão previstas nas vias adjacentes, como a adequação viária da avenida Carmélia Dutra, que dá acesso ao bairro Beatriz, e o sentido duplo de tráfego da rua José Pedro de Araújo, que liga o bairro Beatriz à avenida João César de Oliveira.O Complexo Viário do Beatriz contempla ainda a implantação do Corredor Norte-Sul, que vai interligar as regiões da Cidade Industrial e de Nova Contagem por meio da construção do Terminal Sede, em frente ao 18º Batalhão da Polícia Militar, e Terminal Darcy Ribeiro, em frente à entrada do bairro homônimo na LMG-808.

Participaram da visita as obras os secretários de Obras e Serviços Urbanos, Marco Túlio de Almeida, e de Governo, Pedro Amaral; o administrador regional do Eldorado, Gil Martins e o assessor especial Albert Plucky.

TELEFÉRICO.

Além da retomada das intervenções do viaduto Beatriz, várias outras obras também estão sendo retomadas pela atual administração. Dentre elas, as obras do viaduto Teleférico em Contagem que tem como objetivo reduzir o tempo de deslocamento entre as regionais Ressaca e Eldorado, permitindo assim, a funcionalidade do Corredor Ressaca, que terá 9 km de extensão, abrangendo as avenidas Severino Ballesteros Rodrigues, João Gomes Cardoso, Teleférico, Babita Camargos e General David Sarnoff.

informações: PMC/Cristiane Oliveira – Foto: PMC/NewtonResende

BR-040 será interditada no Bairro Kennedy para colocação de vigas no novo viaduto da Avenida Américas II

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Obras e da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (Transcon), informa que o trecho da BR-040, na altura do bairro Kennedy, estará temporariamente interditado para o içamento das vigas do Viaduto Américas II. A intervenção no trânsito local ocorrerá entre a noite desta sexta-feira (29/1) e a madrugada da próxima segunda-feira (01/2).

As mudanças têm o cronograma divido em dois momentos: a partir das 22h desta sexta-feira (29/1), as interrupções serão no sentido Belo Horizonte (Sul). A previsão é o que o içamento das cinco vigas nesse sentido se encerre no sábado (30/1). Concluída essa ação, por volta das 22h, terá início o içamento das cinco vigas no sentido Sete Lagoas (Norte), que deve ser encerrado às 4h da próxima segunda-feira (01/2).

As intervenções têm o apoio operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da concessionária VIA 040 e da empresa de sinalização viária Signaltec. Agentes da Transcon vão monitorar o trânsito da região.

Viaduto das Américas II

A duplicação do Viaduto das Américas II, sobre a BR-040, vai eliminar o gargalo no trânsito para quem trafega pela avenida das Américas e na rodovia federal. Além de melhorar a integração entre as regiões Nacional, Ressaca e Sede.

As obras do elevado incluem ainda a remodelagem de todas as alças e ramos da interseção, assim como o tratamento das vias que diretamente alimentam o fluxo no local. Orçadas em cerca de R$ 3 milhões, as intervenções no viaduto são financiadas pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina, também conhecido como Corporação Andina de Fomento (CAF).

Confira os desvios:

SENTIDO BELO HORIZONTE (SUL) – 22H DE SEXTA-FEIRA (29/1) A SÁBADO (30/1)

DESVIO – CHEGADA BR-040 SENTIDO SETE LAGOAS:

… BR-040 sentido BH, Rua Quinze, Rua Alfenas, Rua Aurora, Rua Treze, Av. das Américas, alça de acesso marginal BR-040, Rua H, …

DESVIO – CHEGADA PALÁCIO DOS LEILÕES:

…V ia Vereador Joaquim Costa, Rua Gardênia, marginal BR-040, …

DESVIO – CHEGADA BR-040 PARA ACESSO AO VIADUTO / SENTIDO SETE LAGOAS:

… Saída 525A, Viaduto das Américas, alça Viaduto das Américas (contra-mão), alça de acesso marginal BR-040, Rua H, …

DESVIO – CHEGADA AV. DAS AMÉRICAS (CABRAL) PARA ACESSO A BR-040 SENTIDO BH OU VIA VEREADOR JOAQUIM COSTA:

… Av. das Américas, Viaduto das Américas, alça Viaduto das Américas (contra-mão), alça de acesso marginal BR-040, Rua H, …

DESVIO – CHEGADA AV. DAS AMÉRICAS (CABRAL) PARA ACESSO A BR-040 SENTIDO SETE LAGOAS:

… Av. das Américas, Rua Prof. Rubens Costa, Rua Getúlio Vargas, BR-040, …

SENTIDO SETE LAGOAS (NORTE) – 22H DE SÁBADO (30/1) A 4H DE SEGUNDA-FEIRA (01/2)

DESVIO – CHEGADA BR-040 SENTIDO SETE LAGOAS:

… Saída 525A, Rua Helena Rodrigues Barbosa, Rua Getúlio Vargas, BR-040, …

DESVIO – CHEGADA AV. DAS AMÉRICAS (CABRAL) PARA ACESSO A BR-040 SENTIDO SETE LAGOAS:

… Viaduto das Américas sobre a Av. Severino Ballesteros Rodrigues, Rua Prof. Rubens Costa Romaneli, (Rotatória), Rua Prof. Rubens Costa Romaneli, Av. Dois, Rua Mandarim, Av. Wilson Tavares Ribeiro (à esquerda) BR-040, …

DESVIO – CHEGADA AV. DAS AMÉRICAS (CABRAL) PARA ACESSO A BR-040 SENTIDO BH OU VIA VEREADOR JOAQUIM COSTA:

… Viaduto das Américas sobre a Av. Severino Ballesteros Rodrigues, Alameda dos Colibris, Alameda das Andorinhas, Alameda dos Rouxinois, Alameda dos Sabiás, Av. Severino Ballesteros Rodrigues, Viaduto Ceasa, …

DESVIO – CHEGADA PALÁCIO DOS LEILÕES:

…Via Vereador Joaquim Costa, Rua Gardênia, Marginal BR-040, …

Prefeitura ainda não sabe quando Terminal Petrolândia será utilizado e reaberto para a população

Em agosto do ano passado a prefeitura colocou para funcionar o Terminal Petrolândia. A obra seria o início do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM). Porém, a inauguração no dia do aniversário de Contagem acabou virando um “presente de grego”.

Com apenas onze dias de funcionamento e sob muitas críticas, o terminal foi fechado e as alterações nas linhas foram desfeitas. Desde então, a situação do terminal é incerta. Não há ninguém no local e não há previsão de quando ou como o Terminal irá funcionar.

Questionada, a Transcon respondeu apenas que “o Terminal Petrolândia funcionará em conjunto com os demais terminais. Ou seja, a operação do terminal continuará suspensa”, disseram.

Apesar de parado, o local está recebendo manutenção e cuidados. Porém, segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, esta manutenção não gera custo para o município. “Os gastos com manutenção e proteção da estrutura estão sob responsabilidade do consórcio que venceu a licitação do novo sistema de transporte coletivo municipal”, informou a prefeitura.

Segundo apurado, pelo menos no momento, a prefeitura não deve dar nenhuma outra destinação ao terminal, que está pronto, e o manterá fechado aguardando definições em relação às obras do SIM.

Para a população faz falta. A previsão era atender 380 mil passageiros por mês. A obra foi criada com o objetivo de agilizar o transporte e a integração com outras regiões da cidade. Contudo, na época da inauguração, a substituição de linhas e a pouca quantidade de veículos resultou em muitas críticas da população. Espera-se agora uma solução capaz de modernizar e ampliar o uso da estação sem prejudicar os usuários do sistema de transporte já estabelecido e utilizado pelos moradores da região.

Obras do SIM

Sobre o andamento das intervenções para criação do SIM, a prefeitura informou que “as obras estão em execução e todas são prioridades”.

A Transcon informou ainda que a prefeitura tem trabalhado para a entrega das obras dentro do cronograma definido, mas não informou qual é o cronograma. No site criado para dar publicidade ao projeto, não existe previsão de término de cada obra ou indicação do andamento de execução de cada intervenção.

Para realização das obras de mobilidade em Contagem e criação do SIM a prefeitura buscou recursos do PAC e assinou, durante o governo de Alex de Freitas, um contrato de 51,3 milhões de dólares junto à CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina.

O Projeto SIM inclui a construção de cinco terminais (Petrolândia, Sede, Darcy Ribeiro, Ressaca e Eldorado), além de intervenções e melhorias necessárias a conclusão do projeto.

Dos cinco terminais previstos, apenas o Petrolândia e a Estação do Metrô Eldorado (que será qualificada para servir de terminal) estão prontos; os demais ainda estão por fazer.

Andando pela cidade é possível perceber que algumas obras estão em trabalho pleno, como as estações de transferência na Avenida João César de Oliveira. Outras, no entanto, como o viaduto do Beatriz, estão paradas.

Há ainda aquelas obras previstas no SIM, como as trincheiras sob a BR-381, no LEMP (inconfidentes) e na Avenida Firmo de Matos, que não tem nenhum sinal de que serão iniciadas algum dia.

Em visita a algumas dessas obras, a Prefeita Marília garantiu a continuidade e cobrou a retomada dos trabalhos nos locais onde eles estão parados.

Em relação às obras do viaduto do Beatriz(Av. João César com Via Expressa), por exemplo, a Transcon afirmou que já tomou as medidas cabíveis para retomada, notificação e multa a empresa que, segundo informações da prefeitura, paralisou essa obra de maneira unilateral.

A obra no complexo do Beatriz custa R$ 15.507.066,90 e é financiada pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Esta obra permanece parada.

“O nosso compromisso é concluir as obras. Por isso, neste momento, estamos fazendo um grande esforço com o propósito de retomar as que estão paradas e dar celeridade àquelas em andamento”, destacou a prefeita durante visitas às obras.

Marília garante que obras iniciadas no governo Alex de Freitas irão continuar

A prefeita Marília Campos afirmou em entrevista coletiva após sua posse que irá concluir as obras iniciadas no governo de Alex de Freitas.

A prefeita informou que já esteve em bancos e instituições que financiaram as intervenções na cidade para verificar a situação da dívida do município e tranquilizou a população afirmando que terminará as obras já iniciadas.

Marília informou que acompanha a execução das obras como deputada e acredita que a conclusão das intervenções são importantes para a mobilidade na cidade e que a conclusão irá beneficiar toda a população da cidade.

Ainda segundo a prefeita, ela já buscou as instituições inclusive com o objetivo de captar recursos para outras intervenções necessárias.

Confira outras falas da prefeita em sua posse

Contagem quer adquirir 1 milhão de vacinas contra Covid-19

Prefeitura avisa que irá interromper o trânsito na BR-040, nos dias 13 e 16, na próxima semana

O trânsito na BR-040 será interrompido para colocação de vigas do Viaduto Teleférico, obra que fará um novo acesso entre os bairros Água Branca e Morada Nova, ligação entre as regionais Eldorado e Ressaca.

A obra do viaduto teleférico faz parte do Corredor Ressaca e está incluso nas intervenções viárias para efetivação do SIM – Sistema Integrado de Mobilidade, que inclui ainda os corredores Norte Sul (Sede até Cidade Industrial), e Leste Oeste (Petrolândia ao Ressaca).

 A atual conexão viária entre o Água Branca e o Morada Nova se dá por meio de um túnel, sob a BR-040 e na rua dos emboabas, que é acessado por vias locais próximas e possui uma rotatória. Segundo a prefeitura, a passagem existente é estreita e deficiente, comportando poucos veículos, em apenas duas faixas de tráfego, sendo uma em cada sentido. Para melhorar o trânsito, a prefeitura optou pela criação de um viaduto por cima da rodovia, dando continuidade à Av. Pio XII.

De acordo com a prefeitura, o bloqueio será apenas próximo ao Viaduto Teleférico. No dia 13, o bloqueio do tráfego de veículos será feito das 5h às 18h. E no dia 16, o tráfego será fechado das 22h até as 4h30 do dia seguinte (17).

As interrupções serão feitas com a presença de agentes da Transcon. Ainda não foi divulgada a rota alternativa ou a extensão do bloqueio de trânsito na rodovia.

Prefeitura de Contagem fecha o Terminal Petrolândia uma semana após a inauguração. A suspensão será para corrigir problemas identificados nesta semana

Apenas uma semana após o início do funcionamento, a prefeitura volta atrás e resolve suspender o funcionamento do Terminal Petrolândia. Segundo a administração municipal, o fechamento será para corrigir problemas. Fechamento começa amanhã.

A prefeitura ainda não divulgou nota sobre a situação. Mas o Coluna1 fez contato com a Transcon que confirmou a informação e disse que fará um comunicado detalhando o caso ainda hoje.

Mais cedo, na reunião plenária da Câmara dos Vereadores, os parlamentares já haviam feito cobranças sobre a qualidade dos serviços. O vereador Jair do Tropical já tinha feito uma solicitação à prefeitura, apoiada pelos demais parlamentares, solicitando que as linhas antigas fossem reativadas.

Segundo o vereador, o Terminal Petrolândia já enfrentava problemas de superlotação, tarifas altas e itinerários longos com poucos veículos disponíveis.

O Terminal Petrolândia faz parte de um projeto maior, o SIM – Sistema Integrado de Mobilidade, que prevê estações de integração em todas as regionais da cidade. Mas por enquanto, apenas o Terminal Petrolândia havia sido inaugurado.